Acesse o destaque semanal da Biblioteca Virtual do Amazonas

Publicado em: sexta-feira, 17 de março de 2017

Dando continuidade à série “Destaque Semanal da Biblioteca Virtual do Amazonas”, que tem o intuito de   divulgar semanalmente obras digitalizadas pertencentes ao Sistema de Bibliotecas Públicas do Estado do Amazonas, a Secretaria de Cultura disponibiliza para acesso online a obra “Cooficialização de Línguas indígenas Tukano, Baniwa e Nhengatú”, de Adelson Lima Gonçalves.

livro_anselmo

OBRA EM DESTAQUE: “Cooficialização de Línguas indígenas Tukano, Baniwa e Nhengatú”

O estudo das línguas indígenas, notadamente faladas e cultivadas na Amazônia brasileira, ganha destaque com este trabalho de Adelson Lima Gonçalves lançado sob o título de “Cooficialização de línguas indígenas” como resultado de seleção levada a efeito pelo Proarte – Programa de Apoio às Artes, que de forma republicana concede oportunidade à apresentação de trabalhos a serem publicados nas Edições Governo do Estado. É trabalho que cuida de línguas Baniwa, Tukano e Nheengatu, usadas no município de São Gabriel da Cachoeira, tratando da pessoa do índio, dos direitos multiculturais, perpassando pela regra da Constituição da República contida no art. 231, e toda e qualquer forma de reconhecimento do falar e do produzir nas línguas dos povos naturais do alto Rio Negro.

Cuida, em essência, do multiculturalismo expresso com veemência naquela região. Reflete sobre o direito constitucional das línguas nacionais ante o idioma oficial do Brasil, consagrado no art. 13 da Constituição da República. Indaga a razão de ser de nomes europeus que vigoraram em terras e em organizações comunitárias e religiosas em áreas indígenas, e, mais do que tudo, expõe a relevância da multiculturalidade brasílica que na Amazônia e no Estado do Amazonas, em particular, está viva e expressa pelas mais diversas formas: na linguagem, no ser e no fazer dos grupos humanos mais diversos, no folclore, na gastronomia, nas crenças, nos rituais sagrados.

É importante ter este trabalho integrando a coleção das Edições Governo do Estado, bem escrito, meditado, consistente, com o entendimento de quem conhece e confia no valor das suas expressões de identidade nacional, e, de forma apropriada, procura refletir sobre seus direitos e os direitos de todo um povo.

Robério Braga
Secretário de Cultura

Acesse a obra