Concerto da Amazonas Filarmônica reunirá obras de Mozart e Stravinsky

 A apresentação desta sexta-feira, dia 9, faz parte da Série Guaraná 

Foto: Michael Dantas/SEC

 

Nesta sexta-feira (09/03), às 20h, a Amazonas Filarmônica apresenta mais um concerto da Série Guaraná no palco do Teatro Amazonas. A apresentação vai reunir o “Concerto para dois pianos nº 10”, de W.A. Mozart (1756-1791) e a “Suite Pulcinella”, de Igor Stravinsky (1882-1971), sob a condução do maestro Luiz Fernando Malheiro.

Os ingressos para o concerto estão à venda na bilheteria do teatro ao preço de R$ 50 (inteira) para a plateia e frisas. Os demais assentos serão livres.

Na apresentação da peça de Mozart, ao lado da orquestra, estarão ao piano os solistas, Marcelo de Jesus, também regente adjunto da Amazonas Filarmônica, e Renan Branco, músico convidado. A obra do compositor alemão é dividida em três movimentos: “Allegro”, “Andante” e “Rondo”.

Já a “Suite Pulcinella” contará com a participação do Quinteto Elgar, quinteto solista formado por instrumentistas da Amazonas Filarmônica: Bárbara Soares e Igor Jouk (violinos), Diemerson Sena (viola), Anna Samokish (violoncelo) e Gabriel Neves Coelho (piano). Apresentada pela primeira vez em 1922, a suíte é derivada do balé homônimo de Stravinsky, escrito pelo compositor russo em 1920.

Após o concerto, que marca o encerramento da temporada 2017/2018 da Série Guaraná, a Amazonas Filarmônica fará uma pausa nas apresentações para se dedicar aos ensaios do Festival Amazonas de Ópera (FAO), que terá sua 21ª edição nos meses de abril e maio.

 

PROGRAMA

 “Concerto para dois pianos ( 10) em mi bemol maior, K.365”, de W.A. Mozart (1756-1791)

“Suite Pulcinella”, de Igor Stravinsky (1882-1971)

Renan Branco e Marcelo de Jesus, pianos

Participação especial do Quinteto Elgar

Amazonas Filarmônica

Luiz Fernando Malheiro, regente

 

Serviço:

Data/hora: 9 de março, sexta-feira, às 20h

Local: Teatro Amazonas – Avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro

Entrada: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada) para a plateia e frisas. Demais assentos, livres