“Programa Espaço Aberto” recebe mais de 115 propostas para ocupação nos espaços culturais

Programação inicia nesta terça-feira e acontece até dezembro

Em uma semana e meia de inscrições, o “Programa Espaço Aberto” recebeu 115 propostas das mais variadas linguagens artísticas para ocupar os espaços culturais de Manaus em novembro e dezembro. A programação já inicia a partir desta terça-feira (14/11).

De acordo com o diretor do Centros Culturais, da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), o número de inscrições foi expressivo e simboliza um voto de confiança da classe artística.

“Foi um número expressivo em apenas uma semana e meia e acreditamos que tivemos um retorno positivo dos artistas para este momento, em que o programa ainda não pode remunerá-los. Estamos respondendo à altura e alocando todas as propostas nos espaços oferecidos”, disse Taciano.

Ao todo, os centros culturais – Palácio Rio Negro, da Justiça, Povos da Amazônia, Usina Chaminé, Palacete Provincial, os teatros – Jorge Bonates, Américo Alvarez, Teatro da Instalação, Gebes Medeiros e o Cine Teatro Guarany terão programação até dezembro.

“Mesmo quando não podemos alocar a proposta no lugar solicitado, fazemos todos os acordos possíveis com os outros espaços para atendermos o artista. Isso só é possível com o esforço e disponibillidade dos outros diretores da SEC, para conseguirmos avançar com este trabalho”, explicou.

Entre as solicitações, as linguagens que mais se destacaram foram música e teatro, segundo Taciano Soares. “Vamos continuar trabalhando para receber as mais variadas propostas”, ressaltou.

A partir desta terça, a programação já inicia com o Recital de Violão Erudito, no Centro Cultural Palácio da Justiça. Até domingo, 15 eventos preenchem o Centro Cultural Palácio Rio Negro, Povos da Amazônia, Usina Chaminé e Teatro Américo Alvarez.

Acesse a programação completa de cada espaço cultural:

Teatros

Cine Teatro Guarany

Teatro Américo Alvarez

Teatro Jorge Bonates

Teatro da Instalação

Teatro Gebes Medeiros

Centros Culturais

Palácio Rio Negro

Palácio da Justiça

Palacete Provincial

Centro Cultural dos Povos da Amazônia