Grupo fará safari gastronômico em Manaus e Mamirauá

Publicado em: sábado, 11 de novembro de 2017

No roteiro da viagem também tem um dia para passeios turísticos e culturais no Museu do Seringal e Teatro Amazonas

A programação do safari conta com um workshop culinário para preparação de alimentos usando ingredientes do rio e da floresta. Foto: Divulgação

Suelen Reis

Na próxima segunda-feira (13), chegará a Manaus a expedição “Food Safari Amazônia”, uma imersão ao patrimônio alimentar da região. Em sua segunda edição, a viagem organizada pela Brasil Food Safaris, terá duração de quatro dias, sendo um em Manaus e três na Pousada Uacari, dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no município de Tefé.

“Formatamos essa expedição na Amazônia brasileira porque entendemos que os componentes gastronômicos da região são incríveis e a gente quer viver essa experiência de uma maneira real, autêntica”, afirma Pollianna Thomé, que organiza a viagem.

O grupo, capitaneado por Pollianna e pelo chef Paulo Machado, reúne chefs de cozinha, pesquisadores da culinária amazonense e um youtuber especialista em gastronomia e ciência. Na rápida passagem pela capital, eles vão visitar o Museu do Seringal e o Teatro Amazonas, ambos administrados pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Em Manaus, ainda fazem parte do roteiro uma visita ao Mercado Municipal, compras na loja Instituto Socioambiental (ISA), jantar no restaurante Banzeiro e degustação do Tacacá da Gisela, no Largo São Sebastião.

“Não podemos deixar de passar no restaurante do chef Felipe Schaedler, por conta do reconhecimento nacional do trabalhado dele; de visitar o mercado; de conferir as pimentas e o mel que o ISA tem colocado no mercado por meio dos projetos realizados na Cabeça do Cachorro (região do município de São Gabriel da Cachoeira)”, comenta. “Dentro do componente cultural, o Teatro Amazonas é fundamental”, completa Pollianna.

Vivências

Em Mamirauá, estão programadas vivências das técnicas nativas de produção de farinha e preparação de alimentos usando ingredientes do rio e da floresta; visita às processadoras de açaí; workshop culinário; palestras sobre a reserva e seu programa de ecoturismo; degustação de caipirinhas de frutas regionais e jantar amazônico com peixe assado na folha da bananeira, iscas de Aruanã e bolinhos de Pirarucu.

O workshop inclui o preparo de pratos como Mojica de Surubim, Arroz de Pupunha, Farofa de Tucumã, Purê de Jerimum e Mousse de Cupuaçu. O mise en place é feito pelos alunos do workshop, mas a degustação será para todos os comunitários que trabalham na pousada e outros hóspedes.

Na programação tem, ainda, passeio de canoa pelo Lago de Mamirauá com observação de botos, jacarés, bicho preguiça e uma grande variedade de aves; e uma trilha na mata para apreciar a Sumaúma, árvore símbolo da floresta amazônica.

Um dos pontos altos da expedição é a participação no trabalho de uma casa de farinha. O grupo conhecerá todo o processo artesanal de moenda da mandioca e prensa da massa no tipiti para extração do líquido que dará origem ao tucupi e da massa que será enrolada, torrada e feita farinha de tapioca. Ao mesmo tempo a farinha será torrada no tacho e no fogão de barro.

“Na Uacari, por ser um turismo comunitário, nós temos a possibilidade de conhecer uma casa de farinha real, tanto que somente uma semana antes do início da viagem é que vem a confirmação de qual comunidade vai nos receber, qual comunitário vai fazer a farinha. Mamirauá nos acolheu, eles se prontificaram em atender todas as demandas necessárias para fazer uma viagem bem autêntica”, pontua.

Saiba mais sobre os chefs – Pollianna Thomé é formada em Turismo e mestre em Geografia Cultural. Cozinheira formada pelo Senac, dá aulas em cursos de graduação em Gastronomia.

Paulo Machado é mestre em Hospitalidade, fundador do Instituto de Pesquisas em Alimentação Paulo Machado, em Campo Grande (MS). Trabalhou em restaurantes no Brasil e Europa e já realizou Festivais de Cozinha Brasileira em mais de 15 países. Desde 2013 promove os Food Safaris para destinos no Brasil e no Exterior. Atualmente, assina a coluna “Terra Estrangeira” na revista “Menu”, especializada em gastronomia.