MISAM

Histórico

O Museu da Imagem e do Som do Amazonas (MISAM), instituição cultural de natureza pública estadual, sem fins lucrativos e de acesso gratuito que tem como missão a guarda, conservação e preservação de acervos audiovisuais voltados para temas regionais e gerais, com intuito de divulgar, entreter e educar por meio de ações culturais.

O MISAM foi idealizado em 1999, pelo Senhor Robério dos Santos Pereira Braga – Secretário de Estado de Cultura. A concepção e implantação museológica e museográfica foi feita pela Museóloga Veralúcia Ferreira de Souza que, a convite do Secretário, passou a desempenhar a função de Diretora do Departamento de Museus e Centros Culturais da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), em abril do mesmo ano.

Após um período de aproximadamente um ano de reformas e adaptações, bem como, de preparação do acervo e dos serviços, a inauguração veio a ocorrer no dia 6 de novembro de 2000, com abertura para atendimento ao público.

A data histórica marcou também a comemoração do Dia Nacional da Cultura – 5 de novembro no calendário cultural da SEC, que até então não havia sido comemorado. E ainda, a implantação do Complexo Cultural Palácio Rio Negro com os espaços culturais.


Atividades desenvolvidas

Concurso de Fotografias – Em comemoração ao dia mundial da fotografia – 19 de agosto, O Museu da Imagem e do Som do Amazonas, o MISAM, realiza um concurso de fotografia amador aberto para brasileiros ou estrangeiros residentes no Estado do Amazonas, de todas as idades, com isso queremos estimular, reconhecer e divulgar imagens criadas por fotógrafos valorização e incentivo à prática da fotografia.

Exposições – são duas as exposições de longa duração: a exposição “Silvino Santos”, fotógrafo e cinegrafista luso-brasileiro que se estabeleceu em Manaus, tendo sido o autor, juntamente com Agesilau Araújo (filho do Comendador J.G. Araújo), do clássico documentário em branco-e-preto sobre a Amazônia, intitulado No Paiz das Amazonas (Brasil, 1921). Exposição “Cine Guarany” que foi demolido, transformando-se em escombros. Chamado originalmente de Cine Olympia, depois Cine Teatro Alcazar, de estilo arquitetônico inspirado no Oriente e somente, muito tempo depois, Cine Teatro Guarany. Agora, o espaço é ocupado pelo Banco Itaú.

Exposições temporárias, como “Máquinas do Tempo”, que conta com 23 máquinas fotográficas fabricadas entre os anos de 1866 a 1980. É muito interessante ver a transformação e a evolução das máquinas com o passar do Tempo.

Horário de Funcionamento

A partir do dia 17 de janeiro de 2017, o Museu passa a receber o grande público sempre das 9h às 14h, de terça a sexta-feira.

Acervos do Espaço

O acervo do MISAM é formado por doações de diversas entidades e colecionadores, bem como, por aquisições, sendo parte dele formado por documentos institucionais produzidos pela SEC, coleções que juntas representam uma variedade de peças visuais e audiovisuais, que se constituem em:

Acervos Museológicos: equipamentos de fotografia, cinema, música, televisão, rádio dentre outros, além de peças de mobiliários;

Acervos Iconográficos: fotografias em papel, negativos e diapositivos em acetato e vidro; fotografias digitais em cd-r e dvd-r; filatelia e cartões postais;

Acervos Bibliográficos e Arquivísticos: livros, catálogos, jornais e revistas, partituras musicais, cartazes institucionais, pôsteres de cinema, impressos e manuscritos;

Acervos Audiovisuais e Multimídia: filmes / documentos em dvd, blu ray, fitas de vídeo e película, música em cd, discos de vinil, fitas cassete, dvd e fitas de vídeo.

Guia de Visitas

O MISAM  dispõe quatro cabines individuais devidamente equipadas para pesquisa, contudo, a consulta é permitida somente a partir de 14 anos, sendo necessário o cadastro.

Disponibiliza parte do acervo para uso local proporcionando conhecimento, lazer e entretenimento. Também disponibizamos quinze cabines individuais para consulta em CD, Disco de Vinil, DVD, Fita Cassete e Blu-ray.

Recomendamos aos nossos visitantes que não consumam alimentos ou bebidas e nem tirem fotos nos ambientes internos.

Responsáveis

Diretora: Cléia Viana

Gerente: Judson Dantas

Endereço

Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Cep: 69005-260 – Manaus/AM.

Estrutura Técnica

Guias para visita

Visitas guiadas

Lanchonete disponível

Lanchonetes disponíveis

Banheiros disponíveis para visitantes gdfhgdfghdfgdf

Banheiros disponíveis para visitantes

Acessibilidade para deficientes físico

Acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo

Não é permitido fazer fotos (somente com autorização)

Fotos somente com autorização da Assessoria de Comunicação

Localização