Tenor do Coral do Amazonas representa o Estado na abertura da temporada 2018 da Sinfônica de Campinas

O concerto acontece nesta sexta-feira (09) e no sábado (10), no teatro Castro Mendes

Enrique Bravo participará do Concerto de Gala de Abertura da Temporada 2018 da Orquestra Sinfônica de Campinas. Foto: Divulgação

 

 

Eduarda Prado

Talento, vocação e dedicação. Assim se destaca Enrique Bravo, tenor do Coral do Amazonas que irá representar o Estado no Concerto de Gala de Abertura da Temporada 2018 da Orquestra Sinfônica de Campinas, que acontece nesta sexta-feira (09/03), e no sábado (10/03), no teatro Castro Mendes, em Campinas (SP).

Considerada uma das melhores produções de Carlos Gomes (1836-1896), a inspirada ópera “Lo Schiavo” abre a temporada artística da Orquestra Sinfônica de Campinas. Sob a regência do maestro Victor Hugo Toro, o repertório da apresentação inclui a “Suíte para cordas”, de Sant’Anna Gomes, irmão de Carlos Gomes, renomado compositor de ópera.

Convidado em fevereiro por Vitor Hugor Toro, regente titular da Orquestra Sinfônica de Campinas, Enrique Bravo vem se preparando desde então para suas apresentações. “Minha preparação começou assim que recebi o convite, com uma maratona de ensaios e estudos em casa. Quando ouço ‘Alvorada’, de Carlos Gomes, me emociono muito, pois esta é uma das partes da ópera ‘Lo Schiavo’ que descreve o nascer do sol no sertão do Brasil. Certamente será um espetáculo emocionante”, comenta.

O tenor destaca o desafio que será interpretar um papel tão importante na apresentação e credita a oportunidade a todos os anos de experiência integrando o Coral. “Será o papel mais extenso e difícil que já fiz, que explora e exige de mim tudo o que aprendi de técnica nestes anos de carreira. É uma imensa honra representar o Coral do Amazonas, o Teatro Amazonas, e os importantes trabalhos a mim confiados há mais de 16 anos. Uma verdadeira escola como cantor de ópera e artista de forma geral”, diz.

Sobre Enrique Bravo

Natural do Chile, Enrique mudou-se definitivamente para Manaus no ano 2000, quando recebeu um convite para participar do Festival Amazonas de Ópera. Desde então, Bravo se apresenta em quase todas as edições do referido festival e em concertos importantes na cidade, como “O Glorioso” e “Lágrimas de Brinquedo”.

Integra desde 2005 o quadro de cantores do Coral do Amazonas, no ano 2012 apresentou-se no importante Festival de Inverno de Campos do Jordão junto com a Orquestra Sinfônica do Teatro São Pedro num concerto de gala em comemoração aos 200 anos de nascimento dos compositores Giuseppe Verdi e Richard Wagner.