Verão na Praça movimenta agenda cultural com Circuito de Artes Visuais e festivais

Publicado em: quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Exposições de artes, mostras de filmes e festivais de Dança e Música incrementam opções na programação promovida pela Secretaria de Cultura do Amazonas

Setembro inicia trazendo novidades no Projeto Verão na Praça, que ganha mais força com as atrações do Circuito de Artes Visuais e das novas edições dos Festivais Amazonas de Dança e de Música. Ao longo deste mês, a partir deste domingo (3), exposições de artes, mostras de filmes e espetáculos de dança e de música ganham espaço no Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião e arredores, ao lado de peças teatrais, brincadeiras infantis, performances circenses e outras atrações da programação cultural gratuita promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura.

“Assim como a própria estação do ano, o Verão na Praça chega ao auge em setembro com uma programação que abrange todas as principais formas de expressão artística. Exemplo é a Mostra de Audiovisual do Circuito de Artes Visuais, que leva um pouco da produção amazonense para o grande público por meio do projeto. Com isso, oferecemos opções culturais para pais e filhos, jovens e adultos, da Música à Literatura, das Artes Visuais à Cultura Popular”, destaca Robério Braga, secretário estadual de Cultura.

Entre as atrações do Circuito de Artes Visuais, a ser realizado de 1º de setembro a 1º de outubro, está a Mostra de Audiovisual. A iniciativa abrange exibições de produções audiovisuais do Amazonas no Centro Cultural Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro, e em três telões espalhados pelo Largo de São Sebastião, com sessões em quatro domingos, nos dias 10, 17 e 24 de setembro, e 1º de outubro.

Nos dias 10 e 17, no Palácio da Justiça, serão exibidos dez curtas selecionados da Mostra. São eles “A última balada de El Manchez”, de Leonardo Mancini; “Até que a última luz se apague”, de Arnaldo Barreto; “Escarlete vermelho sangue”, de Wagner dos Santos; “Leco”, de Augustto Gomes; “Os anseios das cunhãs”, de Regina Melo; “O necromante”, de Ricardo D’Albuquerque; “O acerto”, de Mayara Nunes; “Mi ajudi”, de Marynara Souza; “Pé direito”, de Kelly Fernando; e “Psicopata”, de Alessandro Nascimento.

Dentre os títulos selecionados, quatro foram produzidos no município de Anori, distante 195 quilômetros de Manaus: “O necromante”, “O acerto”, “Mi ajudi” e “Pé direito”. Há ainda curtas realizados com apoio da Secretaria de Cultura, por meio do Programa de Apoio às Artes (Proarte), caso de “Leco” e “Os anseios das cunhãs”. A curadoria tem assinatura de Eduardo Augusto Souza, organizador da Mostra de Cinema da Amazônia, em Belém.

A programação da Mostra terá ainda uma seleção de produções do Projeto Jovem Cidadão, a ser exibida no dia 24 de setembro; e uma seleção retrospectiva de filmes participantes do Amazonas Film Festival, no dia 1º de outubro. A iniciativa terá ainda programação acadêmica, com uma oficina de Assistência de Direção para Cinema, nos dias 29 e 30.

Nas galerias e a céu aberto – O Circuito de Artes Visuais vai promover também uma série de exposições em espaços no Largo de São Sebastião e nas adjacências do Teatro Amazonas. Ao todo, serão exibidos trabalhos de 70 artistas locais, de diferentes gerações e adeptos de diferentes linguagens e técnicas. A lista inclui artistas do graffiti, que irão produzir trabalhos nos tapumes ao redor da Santa Casa de Misericórdia, como uma galeria aberta.

Além da Santa Casa, o Circuito inclui exibições na Galeria do Largo e na Casa das Artes, no Largo de São Sebastião; no Centro Cultural Palácio da Justiça; e no Museu Casa Eduardo Ribeiro, na rua José Clemente, 322.

Ao lado das obras de artistas participantes da iniciativa, serão exibidas ainda peças do acervo da Pinacoteca do Estado, na forma de reproduções, nas janelas superiores do Palácio da Justiça e também nas áreas externas de bares, restaurantes e outros estabelecimentos no Largo de São Sebastião: Bar do Armando, Sorveteria Barbarella, African House, Casa do Pensador, Tacacá da Gisela, Banca do Largo, Rádio Rio Mar e Sorveteria Carioca.

O Largo será ainda palco para criações em performance, sempre a partir das 17h, de quinta-feira a domingo. Nas quintas e sextas-feiras, na área em frente à Galeria do Largo, o público confere a instalação performance “Você vai se f… de verde amarelo. Arte inabilitada: carta de anuência/carta de aceite”, do artista Francisco Rider. Aos sábados e domingos, Caroene e Fabiano Barros apresentam performance conjunta no local.

De crianças a adultos – Em paralelo ao Circuito, as atrações que já vinham incrementando a programação dominical de crianças, jovens e adultos no Largo de São Sebastião seguem a todo vapor, sempre a partir das 17h. Neste domingo (3), nas escadarias do Teatro Amazonas – a chamada ‘lira’ da casa – o público confere, às 17h, um show do cantor Rafael Lima. Logo após é a vez dos alunos do Núcleo de Teatro do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, que encenam as peças “A bruxinha que era boa”, a partir das 17h30; “Turrões”, a partir das 20h15; e “Selvageria”, a partir das 20h35.

Para os fãs de desenho, a dica é conferir ao vivo o trabalho da desenhista Malika Dahil e do cartunista Eunuquis Aguiar. Eles estarão a postos com seus cavaletes no entorno da praça, das 17h30 às 19h30.

Já na área da Banca do Largo, o público confere a final da Batalha Mova-se na Rua 2017, a partir das 18h. A quarta edição da batalha de b-boys integra a programação do 8º Mova-se Festival: Solos, Duos e Trios, que neste domingo (3) promove outras duas atividades no palco do Teatro Amazonas: o Movasezinho, mostra infantil do festival, a partir das 16h, e o encerramento do evento, a partir das 19h. A programação é gratuita.

Ainda na área da Banca, a partir das 19h10, os visitantes do Largo poderão se divertir com as tiradas de Lady Parker. A personagem hilária do ator Michel Guerrero promete agitar o público com um show popular, reunindo muita música, paródia e diversão. E quem tiver disposição para participar das brincadeiras com a perua baré ainda poderá ganhar brindes e kits especiais.

Espaço cativo da meninada, a extensão da rua José Clemente, ao lado do Teatro, vai reunir uma série de atividades lúdicas capitaneadas pela Cia Teatral Fazendo Arte, das 18h às 20h. A meninada poderá curtir ainda brincadeiras infantis tradicionais, com perna de pau, pula corda, macaca, elástico e pebolim, a partir das 17h30.

E os fãs de quadrinhos e livros de histórias de todas as idades podem aproveitar a Estação da Leitura, a Biblioteca Volante e o Banco do Livro, todos projetos do programa estadual Mania de Ler. Os espaços ficam dispostos na área do Largo em frente à Casa das Artes.

Festivais – A agenda do Verão na Praça em setembro ganha reforço com o 7º Festival Amazonas de Dança e o 6º Festival Amazonas de Música. O primeiro acontece ao longo dos dias 8, 9 e 10 do mês, promovendo apresentações de dança de temáticas e linguagens diversas, no Teatro Amazonas e no Largo de São Sebastião, além de programação acadêmica com oficinas gratuitas.

A abertura será no dia 8 de setembro, sexta-feira, a partir das 20h, no Teatro Amazonas, com a participação especial da convidada Vivá Cia. de Dança (RJ), trazendo o espetáculo “Sobre as ondas do mar”, com coreografia do amazonense Carlos Fontinelle, um dos homenageados do Festival.

As cerimônias de abertura e de encerramento do Festival terão lugar no Teatro Amazonas, com tradução em libras para surdos. As apresentações da Mostra Principal, que acontecerão no mesmo local, ao longo das três noites do evento, terão audiodescrição para cegos. A programação terá ainda a Mostra Paralela, no Largo de São Sebastião, nos dias 9 e 10 de setembro.

Ao lado das montagens selecionadas pela Comissão Curadora, o Teatro receberá ainda apresentações do Corpo de Dança do Amazonas e de seu Balé Experimental, e dos alunos do Núcleo de Dança do Liceu Claudio Santoro.

Já o Festival Amazonas de Música vai promover uma grande disputa musical no palco do Teatro Amazonas, de 27 a 29 de setembro. Reunindo 30 concorrentes, o evento inicia com duas eliminatórias, nos dias 27 e 28, com a apresentação de 15 composições a cada noite. E, no dia 29, acontece a grande final do festival, com a apresentação das dez canções finalistas, seguida da premiação.

Além da disputa musical, a programação do Festival inclui homenagens, shows de artistas convidados e programação acadêmica, com oficinas de Arranjo e Produção Musical e de Percussão, a serem realizadas no Centro Cultural Palácio da Justiça. Também haverá apresentações das três vencedoras da edição anterior do festival: “Partilha”, canção de Armando de Paula e do saudoso Anibal Beça, em primeiro lugar; “Memórias do Alentejo”, de Nícolas Junior, em segundo; e “Índios urbanos”, de Gil Valente, em terceiro.

PROGRAMAÇÃO | VERÃO NA PRAÇA 2017
Dia 3/09, domingo – Largo de São Sebastião

Lira do Teatro Amazonas (escadarias)
17h às 17h30
Cantor Rafael Alma

17h30 às 17h55
Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, com a peça teatral “A bruxinha que era boa”

20h15 às 20h35
Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, com a peça teatral “Turrões”

20h35 às 20h47
Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, com a peça teatral “Selvageria”

Entorno da praça
17h30 às 19h30
Desenhista Malika Dahil

17h30 às 19h30
Cartunista Eunuquis Aguiar

Banca do Largo
18h às 19h
4ª Batalha Mova-se na Rua – 8º Mova-se Festival

19h10 às 20h10
Humor com Lady Parker, de Michel Guerrero

Extensão da José Clemente
18h às 20h
Atividades lúdicas com a Cia Teatral Fazendo Arte

17h30 às 20h
Brincadeiras infantis – Perna de pau, Macaca, Pula Corda, Elástico e Pebolim

Frente da Galeria do Largo
17h
Performance “Sem título”, com os artistas Caroene e Fabiano Barros – Circuito de Artes Visuais

Frente da Casa das Artes
17h30 às 20h30
Programa Mania de Ler – Estação da Leitura, Biblioteca Volante e Banco do Livro

Teatro Amazonas
16h
Mostra infantil Movasezinho – 8º Mova-se Festival

19h
Encerramento do 8º Mova-se Festival

Circuito Amazonas de Artes Visuais – Galeria do Largo, Casa das Artes e Centro Cultural Palácio da Justiça
16h às 21h
Exposições de arte